.
Contacto |  Iniciar |  Impressum |  Google Translator:      
Kundi Paihama acusado de desviiar bens do governo provincial do Cunene
KUNDI PAIHAMA ACUSADO DE DESVIAR BENS DO GOVERNO PROVINCIAL DO CUNENE


Sob anonimato, um funcionário do Governo Provincial do Cunene denuncia o roubo de vários bens na sede do Executivo local motivado pelos rumores de uma iminente saída do governador Kundi Paihama alegadamente por auto-demissão em antecipação à passagem compulsiva à reforma que se prevê ser decretada pelo presidente da República João Lourenço nos próximos dias.

Texto de Rádio Angola

A fonte informa que o cenário é de uma “autêntica delapidação” que “cheira a putrefacção política”. Funcionários com cargos de chefias sob orientação do governador levaram os carros do Programa de Aquisição de Produtos Agro-Pecuários (PAPAGRO) que se encontravam estacionados no governo provincial. Sabe-se que “os gatunos pintaram doutra cor e agora estão no parque privado do governador”.

“É triste o que se vive na província do Cunene, estampa-se no rosto da população uma grande tristeza por falta de estratégia de governação, onde os governantes são autênticos incompetentes que não entendem política nenhuma de governação”, lamenta a nossa fonte.

A caça aos “quadros competentes” do governo provincial foi “intensa”, e teve como base a “calúnia e difamação”. Tendo um governador cujo comportamento é caracterizado como o de um soba, “porque de urbanidade não entende”, os projectos têm sido executados pelos “seus analfabetos capangas sem domínio e conhecimento da matéria, isto com intuito de esvaziarem os cofres”.

À igualdade do desvio das viaturas do PAPAGRO, a nossa fonte acrescenta que os camiões do programa de apoio aos governos provinciais disponibilizados pelo Ministério da Administração do Território (MAT) foram privatizados e encontram-se em fazendas e a explorar minerais como ouro e madeira para fins particulares do governador e colaboradores. Os “camiões verdes”, como são conhecidos, teriam como objectivo a limpeza das principais artérias do Cunene. Não tendo esse fim, “as ruas estão cheias de areia e até a nascer massango e capim, assim como lixo por todo canto da cidade de Ondjiva”.

CRÍTICOS EXONERADOS E AMEAÇADOS

Alérgico às críticas, o governador Kundi Paihama procedeu a exonerações de funcionários que ousaram criticar internamente a sua administração, tendo colocado nos seus lugares pessoas de sua confiança.

A fonte afirma que o governante tentou extorquir os bens do ex-governador António Didalelwa, falecido a 31 de Agosto de 2016, e ameaçou o director da associação cívica Ame Naame Omunu (ANO), padre Gaudêncio Yakuleinge, que tem denunciado os roubos e violações de direitos humanos na província.

As escolas de ensino básico padecem de graves problemas, desde a falta de carteiras à reabilitação, tanto que algumas foram construídas com esferovite e o dinheiro desviado. O modelo de selecção para bolsas de estudo para o pólo provincial da Universidade Cuito Cuanavale (UCC), afecta à oitava região académica, é o partidário, ou seja, têm prioridade os militantes do MPLA. O projecto de instalação de uma filial da Universidade Católica de Angola (UCAN) paralisou com o falecimento do antigo governador.

Falando pela população, a fonte apela a uma consciência nova para o futuro do Cunene.

“Deputados que representam o dinheiro em vez do povo, que se calam diante destas práticas, mesmo vendo as secas, casas destruídas pelas chuvas e fome que nos assola, mas eles apenas se calam. Por isso apelamos à intervenção do governo central antes que a província se torne numa ombala ou uma fazenda”, concluiu.
Deixar um comentário
Ponto-final reserva a si o direito de não publicação de comentários que firam os principios da boa convivência .

Que envolvam calúnia , ofensa , multiplicidade de nomes para o mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal.

Somos um espaço público e colectivo , apelamos ao respeito para bem estar de todos nós.





Ponto-Final.net