.
Contacto |  Iniciar |  Impressum |  Google Translator:      
Sai procuradora , entra procuradora…
"EU TAMBÉM ME VOU RIR MUITO!"

Sai procuradora , entra procuradora…

(António Gil, 20/09/2018)
lucialia.PNG

Não vou aqui procurar razões para zurzir a futura ex-procuradora nem dar grandes pinotes de alegria, mas rir-me vou.
Já comecei a rir, aliás, imaginando os esgares de pessoas que defendiam a continuidade de Joana M. Vidal quando receberam esta notícia.

Ver os trejeitos desses rostos todos, o João Miguel Tavares, a Cristas, o António Leitão Amaro, o Duarte Marques, o Hugo Soares, a Margarida Balseiro Lopes, o Miguel Morgado e tantos outros era o que eu gostaria de fazer, posso em vez disso usar a minha imaginação fazer algo que se pareça com essa visão mas não é o mesmo é só um ersatz da coisa.

Mas mesmo assim faço-o. Porque sei o que eles sentem. Tanto tempo e – julgam eles – até taaaanto taaaalento aplicado numa causa que verdadeiramente nunca esteve em seus poderes influenciar.

Auch…é doloroso mas pode ainda ficar pior que isso. Até que ponto estes e outros ilustres não se queimaram numa batalha que bem vistas as coisas nunca esteve sob a alçada de suas atribuições – sejam elas as de jornalistas ou políticos.

Dir-me-ão que isso serviu para esgrimir argumentos mas é mentira, serviu apenas de arma de arremesso de natureza especulativa. Nada foi esgrimido, tudo exigido. O que reunia estes senhores não era um apelo, era uma exigencia.
Ver as fuças da bicharada predadora arreliada dá melhor gosto ao café pela manhã, torna as flores mais coloridas e perfumadas e a própria sombra das árvores parece ainda mais fresca.

Em ocasião alguma a vida pareceu tão bela a uma potencial presa como quando sabe que seus predadores começam a deitar continhas à vida e a ter problemas de sobra para a voltarem a chatear.

Uma coisa assim, é ainda melhor que conseguir uma reforma antecipada sem penalização, acreditem.
Com as preocupações ou maleitas dos predadores as presas convivem bem, é claro :
– Ah os leões apanharam a gripe dos felinos? – perguntar-se-ia um jovem gazelo sarcástico – tadinhos, morrerem assim sem medicamentos. Vacinassem-se…
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
Desejo naturalmente – para bem de todos nós – um excelente trabalho da futura procuradora Lúcília Gago
Deixar um comentário
Ponto-final reserva a si o direito de não publicação de comentários que firam os principios da boa convivência .

Que envolvam calúnia , ofensa , multiplicidade de nomes para o mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal.

Somos um espaço público e colectivo , apelamos ao respeito para bem estar de todos nós.





Ponto-Final.net