.
Contacto |  Iniciar |  Impressum |  Google Translator:      
E.G.O Eterna Gratidão do Oprimido | Descolonização | Cada Sociedade é uma sociedade
E.G.O Eterna Gratidão do Oprimido | Descolonização | Cada Sociedade é uma sociedade.

Sobre a psicologia Africana por Isidro Fortunato Fortunato

Como você vai estudar sociologia e psicologia da Europa, ela simplesmente não se enquadrar em África pelo simples facto de serem atmosferas completamente diferentes, o percurso histórico de África invalida a psicologia e a sociologia Europeia, seus antepassados não foram escravizados, não foram sequestrados, não sabem o que é um navio negreiro suas mulheres não foram violadas em sanzalas, não viveram um passado de subalternização racial e terrorismo psicológico, logo a sua estrutura psíquica e suas construções mentais são diferentes de África, nesse contexto como você sociólogo ou psicólogo vai estudar a psicologia Europeia para aplica-la em uma sociedade africana, se a construção mental social é diferente?

O mesmo para os escravos que foram levados forçadamente para longe de suas terras de origens, eles tiveram que se adaptar aos desafios de uma sociedade nova, logo sua construção mental colectiva, é também diferente que a do Africano que permaneceu em África.

As construções mentais colectivas ganham contornos diferenciados devido a sua trajectória histórica, tudo isso influencia no formato da consciência colectiva, do comportamento colectivo de um determinado tempo é passado de geração a geração, se transformando em parte integrante da consciência colectiva de um determinado povo,portanto a psicologia Europeia não pode ser útil para África, infelizmente é essa psicologia que estudamos, uma psicologia incapaz de entender os fenómenos sociais Africanos, e se entender será na superficialidade.

Nos dias de hoje, guerras, fome, miséria, subalternização racial,exploração de mão de obra infantil, crianças soldados, conflitos étnicos etc são um panorama muito enraizado no ADN mental que acabam por influenciar o comportamento colectivo de um grupo especifico, entender estes fenómenos é ser capaz de estrangular certos indicadores que impedem a vigorosidade e a pro-actividade da consciência colectiva Africana.

Esta é a razão flagrante da falha interna das instituições de sociologia e psicologia em África, o porque que não conseguem lidar com sucesso e lapidar as falhas na consciência social colectiva, para a educação e seu sistema, as ciências exactas podem permanecer imutáveis, no entanto as sociais devem sempre ser adaptadas de acordo a atmosfera social de cada Nação sem ignorar a percurso histórico desta Nação enquanto sociedade.

Continuo em breve.

Marabane Nguluvi Nkopengwa
E.G.O 2018
Deixar um comentário
Ponto-final reserva a si o direito de não publicação de comentários que firam os principios da boa convivência .

Que envolvam calúnia , ofensa , multiplicidade de nomes para o mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal.

Somos um espaço público e colectivo , apelamos ao respeito para bem estar de todos nós.





Ponto-Final.net