.
Contacto |  Iniciar |  Impressum |  Google Translator:      
Delegado provincial adjunto da justiça no Kwanza Sul pôs seu cargo a disposição e exige que eliminem seu vínculo ( militancia ) obrigatória do MPLA
DELEGADO PROVINCIAL ADJUNTO DA JUSTIÇA NO KWANZA-SUL PÔS O SEU CARGO A DISPOSIÇÃO E AUTOMATICAMENTE EXIGE A CORJA DE MALFEITORES DO MPLA QUE SE EXTINGA O VÍNCULO (MILITÂNCIA) OBRIGATÓRIO QUE EXISTIA, PARA A SUA LIVRE PROSSECUÇÃO POLÍTICA À UNITA NELSON Custódio é Docente Universitário pela Cadeira de Direito Constitucional e Ciências Políticas, que de um tempo a esta parte sempre lançou um desafio a juventude do Kwanza-Sul dizendo: se quiserem uma sociedade justa e de respeito pelas normas gerais do Direito, têm que escolher entre a Verdade e a Mentira!

Admitia mesmo dizendo: Atribuiram-me o cargo de Direção, tudo isso para me ver de boca celada, afável aos malfeitores (mentirosos) do Mpla que fazem e desfazem com os fundos públicos deixando o pobre angolano dono da riqueza, a morrer no Hospital Público por falta de uma DIPIRONA para cortar febres!

Mas que um dia hei de explodir! Um dia hei de romper a barreira de mentirosos e passarei a fazer parte da verdade! E de verdade hoje o Dr. NELSON Custódio venceu o mal que o afligia! Soube decidir entre o Cargo Mentiroso vs a VERDADE. .


Por: #Salomão_Katwalale Trata-se do melhor Advogado do Kwanza-Sul, Dr Nelson Custódio que até dia 05 de Outubro deste ocupava o cargo de Sub-Delegado Provincial de JUSTIÇA no Kwanza -Sul. Segundo fontes públicas estatais, a retirada deste grande e magnaníssimo quadro formado na República Federal do Brasil, deixa muita indignação e tumultos visto que, é um dos melhores defensores da sociedade kwanzassulena!.

Mas o que está na base da sua renúncia ao sistema ditador? Segundo alegações fala-se que o nível de impunidade, a falta de transparência aos fundos públicos, desrespeito a população e a gatunisse extrema pelos dirigentes sobre tudo os titulares governantes do sector renomeados mais uma vez pelo novo presidente Jlo sem visão de mudanças, fez com que DR. NELSON CUSTÓDIO abandonasse o referido cargo.

Vai continuar a trabalhar para o Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos (função pública), mas dando o seu contributo político na e opção certa à sua escolha pela UNIÃO NACIONAL PARA A INDEPENDÊNCIA TOTAL DE ANGOLA (UNITA).
Deixar um comentário
Ponto-final reserva a si o direito de não publicação de comentários que firam os principios da boa convivência .

Que envolvam calúnia , ofensa , multiplicidade de nomes para o mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal.

Somos um espaço público e colectivo , apelamos ao respeito para bem estar de todos nós.





Ponto-Final.net