.
Contacto |  Iniciar |  Impressum |  Google Translator:      
As eleições em Angola estão como fazer compras numa cantina
Angola é de facto e de jure uma cantina eleitoral. Quer dizer, o eterno partido cantineiro vai à sua cantina e compra uma votação de maioria qualificada.
O que actualmente se passa em Angola com as eleições é um retrocesso a 1975.

“Temendo tanto as críticas científicas quanto as religiosas, Darwin (1809-1982) passou décadas desenvolvendo as suas teorias evolutivas quase sempre em segredo. (Wikipédia)”

Angola, o mergulho no inferno. Ó pobres coitados que engrossais o exército de irresponsáveis, como nos metem dó.
Atenção! Aqui faz-se justiça por mãos próprias. Depois do dia 23/08/17, Angola despede-se do clube das nações porque vai numa viagem sem regresso para o inferno do desconcerto das nações.
“A pobreza e a miséria formam o artista.” (Dostoiévski (1821-1881)
Na Natureza nada é feito ao acaso.

Angola, onde em cada esquina um maldoso nos espera. Por isso mesmo, Angola é também a república das esquinas da maldade. E quando não houver mais nada para roubar, vão fazer o quê?

De alguém na RNA-Rádio Nacional de Angola, que apanhei de fugida, 21/08/17, “Angola é muito rica e as suas potencialidades não estão a ser aproveitadas.”

O Bernardo, lavador de carros, um tarefeiro, disse que o seu amigo residente em Luanda, mandaram-lhe votar em Benguela. Quantos e quantos mais não estão na mesmice situação?

No noticiário da hora do almoço da TPA-Televisão Pública de Angola do dia 21/.08/17, no rodapé só se viu propaganda do Mpla. Dos outros partidos nada, é como se não existissem.

Quem não lê ou não gosta de ler, facilmente é dominado. Basta ver o exemplo de Angola, é muito elucidativo não é?
Onde há intensa miséria e fome as epidemias não faltam, e há quem lhes chame deficiências do meio ambiente.
Depender do outro é manter-se na escravidão.

Partido político e mais quem estiver ultrapassado fica na prateleira bem armazenado, definitivamente chumbado





Por:Gil Gonçalves José
Deixar um comentário
Ponto-final reserva a si o direito de não publicação de comentários que firam os principios da boa convivência .

Que envolvam calúnia , ofensa , multiplicidade de nomes para o mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal.

Somos um espaço público e colectivo , apelamos ao respeito para bem estar de todos nós.





Ponto-Final.net