.
Contacto |  Iniciar |  Impressum |  Google Translator:      
Possas Isabel assim também não !
A Isabel dos Santos ainda não se apercebeu da figuraça que passou, quando pretendeu pretensamente acusar os angolanos de criaremconfusão apenas por se referirem a uma hipotética morte do sacerdote supremo da corrupção seu pai.

A idiossincrasia dedutiva da Isabel é destrutivamente perversa, ela sofre da obsessiva mania da perseguição adotada na convivência que tem com seu progenitor. A isabel não difere em nada do modo como seu pai vê e trata os angolanos, ela é de facto a eficaz versão vazia do seu próprio pai.

Porém, a pergunta que não quer calar é, se não existe no MPLA alguém com coragem suficiente que cale a matraca afiada dessa mulherzinha atrevida?

Senhores donos da nossa Angola, até quando vamos continuar a engolir sapos? Vão mesmo continuar todos acobardados com medo de perder as repetitivas benesses de sempre? Até quando a desfaçatez dessa rapariga aluada vai manter-se?
Por outro lado, se a Isabel dos Ovos Santos ainda não percebeu, eu explico a maneira mais fácil de ela entender que a morte não é o mal pior para os que adoram a Deus vivo e verdadeiro não humano, não adoram nem idolatram ditadores nem filhos de ditadores, e muito menos fazem de mamom o seu deus.

Acredite Isabel, a maioria absoluta dos angolanos tem José Eduardo dos Santos como defunto faz tempo. E por habito, o angolano não gosta nem nunca se predispõe em dar chutes e/ou pontapés em cachorro morto.

Teimosamente a filha do ditador pensa que nós povo humilde brincamos de ser e/ou não ser angolanos, mas ao contrario do que ela pensa, nós não aceitamos esse tipo de brincadeira, quer dizer que não brincamos com a nossa angolanidade expressa, porque só temos essa terra dilacerado como país.

Não somos de maneira nenhuma contra os nossos irmãos que tenham uma ou mais nacionalidades. Porém, a maioria de nós, dos quais faço parte, temos apenas um país e uma única nacionalidade.

Isso é o que nos fortalece e nos ajuda a nunca desistir de continuar a lutar por uma Angola justa, livre democratizada e indestrutível no futuro pós JES, que seja em pleno uma pátria una e indivisível para todas tribos e nações bantu e/ou autóctone, onde jamais haja mais ditadura nem ditadores.

Em Angola nenhum cidadão civilizado e minimamente atento ainda engole essas profanadas inverdades preenchidas de ódio tão ardentemente disseminados pela eximia mentirosa compulsiva da espécie da Isabel dos Santos. Alias, ela conhece muito bem quem são os profissionalizados fazedores de mentiras constantemente difundidas pelos meios da comunicação do estado controlados pelo MPLA, partido controlado amiúde pelo pai.

Por outro lado, a Isabel tem conhecimento do total desprezo que a maioria dos angolanos nutrem por ela, e por assim ser, não é levada a sério. Igualmente tem consciência que ela mesma é especializada em divulgar dados falseados acerca do seu repentino enriquecimento ilícito, além de ser uma refinadíssimaadulteradora confessa da imagem e biografia do seu velho pai ditador e corrupto confesso.

Caso subsista alguma verdade acerca da morte do ditador, que fique claro de uma vez por todas, que a culpa não é do povo. Posso assim afirmar sem medo nenhum de errar, caso essa situação aconteça, com toda certeza nós os angolanos espoliados, vamos nos manter em nossas suas casas, indiferentes ao que venha a acontecer.

Ninguém vai sair de casa para ir a rua proferir indesejáveis maldições a quem quer que seja, mesmo que esse alguém seja de todo odiado. Também não haverá certamente nenhuma choradeira colectiva porque alguém morreu, mesmo que seja a morte do ilustre carrasco dos angolanos.

A Isabel dos santos terá que se compadecer que todo mortal que entrar no palco da vida terrena, recebe automaticamente da parte do Criador o visto de partida! Essa é uma verdade incontornável.

Não fomos nós que fizemos de JES um ditador, ele escolheu seguir por essa estra sozinho, e a Isabel sabe que seu ilustre pai construiu em torno da sua figura uma imagem de deus, igualzinha a do seu confrade e antigo ditador zairense, Mobutu Sese Seko. Esse irreflectida atitude megalômena levou JES a fazer inúmeras vezes o papel que só cabe ao Criador.

José Eduardo dos Santos mandou matar e a despachar para o além, muita gente sem a legitima permissão de Deus. Eu mesmo, porvárias vezes provei desse cálice amargo do elixir da morte sofrida de familiares diretos. A última foi a morte de um sobrinho, o engenheiro Ganga, assinado impunemente pela guarda pretoriana do comandante me chefe da matança de angolanos pacíficos.

É verdade que todos vamos partir um dia desse mundo desconte, o importante na realidade não é partir ou desejar não partir, o importante mesmo é saber como deixaremos esse plano de vida. Se iremos dessa para melhor ou se para pior. Sabemos que existe o mal e o bem, assim sendo, temos a certeza da existência de Deus e do diabo. E aí, qual dos dois quererá levar para o seu território a alma do infame ditador sanguinário? A escolha está nas mãos de JES

Há que convir a Isabel que não somos nós quem dissemina mentiras e/ou boatos acerca do estado de saúde do seu velho pai batoteiro de eleições. Sinceramente seria estúpido demais que JES partisse assim de uma maneira fácil, sem assistir ao derrube da sua aparatosa ditadura.

Culpar terceiros de difundir mentiras é uma diversão para esconder as dificuldades de uma eventual derrota eleitoral se caso haja um pleito limpo. O regime levou 38 anos a construir o culto imperdoável de personalidade em torno da figura do presidente da república, endeusaram de tal maneira o ditador que se esquecer que ele é humano e por isso sujeito a lei do tempo.

Está sim no ar o um previsível passamento do deus do (JESSEANISMO), mas depositar a culpa do que possa vir a acontecer com JES, daí acusar os opositores ao seu regime de JES, e a tudo que represente a ditadura e o ditador é no mínimo permissivamente perverso. Nenhum angolano no seu perfeito juízo sente qualquer alegria com a morte de outro ser humano!A Isabel dos Santos sabe muito bem que ninguém mais em Angola tem medo do ditador por isso pôde alardear a sua vontade.

Ao contrario e de maneira reversa, quem teme a futura ascensão do povo ao poder, é a escumalha alojada na oligarquia controlada pelo MPLA partido-estado. Quem tem medo do novo são todos que enriqueceram custa dos milhares de crianças jovens e velhos angolanos que sucumbem diariamente indefesos nos hospitaissem remédios, nas ruas da amargura,e nos seus casebres indefesos, sem direitos nenhuns.

É óbvio que o medo bateu a porta dos iluminados do poder, foi tarde, porém, finalmente deram conta que José Eduardo dos Santos a adulado deus do (JESSEANISMO) é tão frágil e ruim como deus, e igual qualquer outro mortal enviado por ele para as calendas da eternidade medonha do desconhecido.

Porra sinceramente cansei de ouvir essa mulher, mandem fechar a matraca da Belita dos Ovos Santos de uma vez por todas. Todos sabemos que o velho carrasco um dia vai ter que morrer, mas, por amor de Deus, que não seja agora. Peço a Deus que pela sua piedade e infinita misericórdia, permita que o ditador se converta dos seus maus caminhos, seja perdoado, e aceite a Jesus como seu único e suficiente Salvador. Essa é a minha oração.





Por : Raul Diniz
Deixar um comentário
Ponto-final reserva a si o direito de não publicação de comentários que firam os principios da boa convivência .

Que envolvam calúnia , ofensa , multiplicidade de nomes para o mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal.

Somos um espaço público e colectivo , apelamos ao respeito para bem estar de todos nós.





Ponto-Final.net