.
Contacto |  Iniciar |  Impressum |  Google Translator:      
Tabuada dos insultos - Por Fridolim Correia
Devia merecer Óscares essa compulsão da parte de quem (des) governa, para fabricar reiteradamente "pastilhas elásticas"-para o consumo dos olhos e cérebro dos ( des) governados. Devia merecer o Nobel da produção de imbecís em escala industrial , o Pulitzer da promoção desse idiotismo que nos ensinou a celebrarmos o absurdo, e, fazer vênia ao maquiavélico recurso reiterado deles à técnica do " fogo de artifício ", - a qual nos distrai com o acessório, ao passo que o fundamental é sempre relegado para segundo plano.

Veja-se : - enquanto a província Kwanza Sul ( sobretudo o Sumbe), degrada-se à olhos vistos:

a) Estradas esburacadas

B) Poeira e lama por todo lado etc. [Nem tanto o Kwanza Norte, mas com índices igualmente precários de oferta de bens e serviços, etc.], decidem retirar um mísero "K" da grafia das províncias, substituindo-o pela letra " C" . Passando Kwanza Sul para Cuanza Sul, Kwanza Norte a Cuanza Norte, Kuando Kubango a Cuando Cubango.

Umas perguntinhas básicas:

1-isso resolve o problema do desemprego? Da falta de medicamentos nos hospitais? Isso garante água para todos, luz elétrica, internet , vagas às universidades e pão à mesa de quem costuma votar?

2- Ora, se afinal escrito com a letra " K" sempre estivemos errados, porque com " C" de cão e corrupção afinal é que nos entendemos, porque é que as notas que usamos no dia-à-dia, a nossa moeda nacional mantém escrito KWANZA, com KAPA(K) e não com CE (C)?!!!!!!
Deixar um comentário
Ponto-final reserva a si o direito de não publicação de comentários que firam os principios da boa convivência .

Que envolvam calúnia , ofensa , multiplicidade de nomes para o mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal.

Somos um espaço público e colectivo , apelamos ao respeito para bem estar de todos nós.





Ponto-Final.net