.
Contacto |  Iniciar |  Impressum |  Google Translator:      
Trata-se de "Complexo de Colonizado"
Trata-se de "Complexo de Colonizado" quando o ex-colonizado se esforça inconscientemente por destruir os seus próprios valores, isto é, as suas próprias referências culturais para adorar sobremaneira a cultura do ex-colonizador.

Esse complexo foi magistralmente descrito por Frantz Fanon, originário de Martinica, na sua valiosíssima obra: "The Wretched of the Earth" ("Os condenados da Terra"), e também por outros insignes pensadores como Albert Memmi.

Hoje, em África, temos até chefes de Estado a branquearem a pele para se sentirem pessoas diante do ex-colonizador, isto é, dos Brancos.

Esse complexo não permite os líderes Africanos afirmarem-se plenamente como sujeitos de direito internacional e, por conseguinte, não lhes permite defender devidamente os interesses dos seus respectivos povos e nações.

Sejamos "Pretos" sem qualquer complexo e sem intenções supremacistas quaisquer! Que nõs Africanos saibamos amar e adorar o nosso Yeshua (Preto), sem intenções de aviltarmos o Jesus (Branco) dos nossos irmãos Europeus!

(1) A imagem mais antiga de Jesus (Yeshua), do Museu Copta, no Cairo, Egito. Esta pintura de Jesus é mais antiga do que a imagem do Preto Jesus Cristo na Igreja de Roma que é do século VI.

(2) A ressurreição de Lázaro; data do século XV. Escola de Novgorod. Museu Russo, São Petersburgo, Rússia.

(3) A descida do Espírito Santo; ícone russo do século XV na Catedral de Santa Sofia, escola de Novgorod, Rússia.



Por : Movimento Nacional Cabinda
Deixar um comentário
Ponto-final reserva a si o direito de não publicação de comentários que firam os principios da boa convivência .

Que envolvam calúnia , ofensa , multiplicidade de nomes para o mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal.

Somos um espaço público e colectivo , apelamos ao respeito para bem estar de todos nós.





Ponto-Final.net