.
Contacto |  Iniciar |  Impressum |  Google Translator:      
Se mesmo assim Obama para a direita americana foi um frouxo !
Esta é especialmente para o Ivan Negro e "sus muchachos" direitistas em vésperas de se conhecer o maior ponto de interrogação que uma sucessão/transição está a alimentar nos EUA com todas as implicações globais que se conhecem...

A direita americana sempre disse que Barack Obama era um frouxo por não ter sabido lidar com toda a autoridade/força que devia ter usado para impor a vontade dos States no mundo. Obama foi um frouxo por ter retirado as tropas americanas do Iraque.

Obama foi duramente criticado, nomeadamente, por ter permitido a anexação da Crimeia pela Russia de Putin. Só faltou chamarem-lhe cobarde por não ter declarado guerra a Rússia.

Obama arrependeu-se inclusivamente de ter apoiado os franceses/italianos na agressão a Líbia que culminou com o derrube de Kahadafi.

O slogan de Trump que é tornar a América grande outra vez, só pode ser uma crítica total a alegada pequenez em que o país foi transformado em todos os domínios, onde o Internacional tem certamente um lugar de relevo.

O que é curioso é que alguns críticos de Obama referem que ele teve uma gestão Internacional particularmente musculada que em nada o diferenciou dos seus antecessores.

Assim como é que fica?

Se mesmo assim Obama para a direita americana foi um frouxo, que músculos serão necessários agora para Donald Trump mostrar que não é?

Trump, por tudo quanto já deixou entender, é tudo menos um pacifista...

A questão é: Que mundo teremos com DT?




Por : Reginaldo Silva
Deixar um comentário
Ponto-final reserva a si o direito de não publicação de comentários que firam os principios da boa convivência .

Que envolvam calúnia , ofensa , multiplicidade de nomes para o mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal.

Somos um espaço público e colectivo , apelamos ao respeito para bem estar de todos nós.





Ponto-Final.net