A MUKANDA DE RAFAEL MARQUES QUE JLO NÃO DEVERIA IGNORAR

A MUKANDA DE RAFAEL MARQUES UM CONSELHO PATRIOTICO QUE JOÃO LOURENÇO NÃO DEVERIA IGNORAR - ( I )

SE QUISER VALORIZAR OS SEUS ESFORÇOS

INTRODUÇÃO

Não poderia iniciar da melhor maneira a introdução deste meu texto senão com as palavras emprestadas por Rafael Marques que disse :

Será inteligente da sua parte, camarada João Lourenço, cometer os mesmos erros do passado?

O MPLA é para si mais importante do que todo o apoio popular nunca antes concedido, sem guerra nem repressão, a um presidente? O camarada João Lourenço não quer fazer história?

Quem tem o povo e o exército do seu lado pode temer o quê? Um ex-presidente José Eduardo dos Santos, doente, decrépito e totalmente desacreditado? Ou será que o senhor presidente não percebe que tem tudo nas suas mãos?

Diz-se que o presidente do MPLA, José Eduardo dos Santos, tem o poder de bloquear as suas iniciativas na Assembleia Nacional, através do grupo parlamentar. Pura falácia disse Rafael Marques .

A MUKANDA DE RAFAEL MARQUES UM CONSELHO PATRIOTICO QUE JOÃO LOURENÇO NÃO DEVERIA IGNORAR

Se para se enfrentar provas difíceis e desafios com autoconfiança é preciso fundamentalmente estar preparado e cultivar pensamentos positivos a respeito de si próprio , a pergunta que se coloca no caso de Angola é se João Lourenço está preparado e com pensamentos positivos ?

Se me colocassem essa pergunta eu responderia que não , pois se assim fosse ele já teria posto JES em tão pouco tempo de molho para não ser o grande entrave , a ameaça permanente , e constante para o triunfo das suas ideias se realmente são para bem de todos os angolanos .

Sendo auto-confiante ou não , se João Lourenço deseja sentir-se como auto-confiante deve agir como se já fosse de facto auto-confiante , pois mesmo ele em alguns casos dando-nos mostras de competente e capaz , noutros já dá mostras de tímido , desajeitado e vacilante , dando de si uma imagem de insegurança , como se devesse dinheiro a toda gente ou se pedisse desculpa pelo facto de existir .

Se quiser triunfar e salvar Angola , o caminho terá que ser outro , sem cair no ridículo da superioridade orgulhosa ou arrogante , própria do excesso de amor-próprio.

É vantajoso para João Lourenço , para Angola e todos nós angolanos de bem , que ele faça uma afirmação de si e adote uma postura de segurança . pois é como diz e muito bem dito Rafael Marques , JES não é nada , e quem tem o povo e as forças armadas do seu lado não tem nada que temer um JES , moribundo , caduco , sem tesão , sem credibilidade e cada vez mais odiado pelo angolano .

Fórum Livre Opinião & Justiça

Fernando Vumby
PORQUE NÃO HOMENAGEAR O DR. JONAS SAVIMBI ?

PORQUE NÃO HOMENAGEAR O DR. JONAS SAVIMBI ?

Sei que muitos que reconhecem o Dr. Jonas Savimbi como um dos políticos mais inteligentes e sábio que este país perdeu , também o gostariam de homenagear publicamente , mas só não o fazem pelas mesmas razões que evitam falar mal justamente de um José Eduardo dos Santos e da sua povoação de lambedores limitando-se á mandarem recados , quando não alugam algumas bocas que de quando em vez vão estando em saldo .

Não conheci pessoalmente este grande patriota ( Jonas Savimbi ) , mas como os seus pronunciamentos e obra se constituíram para mim uma verdadeira pedagogia revolucionária , este entre outros é um dos motivos que me leva á reservar-lhe esta merecida homenagem num dia como hoje em que foi morto daquele jeito tão cruel por inclemência dos seus próprios irmãos.

É verdade que ele lutava pela paz com unhas e dentes , mas também utilizava um arsenal muito mais poderoso do que as armas que seus carrascos usaram para o matar , que era o conhecimento , a sua inteligência , a sua sabedoria e os seus sonhos em dar-nos um país melhor do que este amontoado de merda que JES e outros ofereceram aos angolanos para sobreviverem.

Quem é sensato não terá duvidas em reconhecer que ao longo dos tantos anos de luta armada entre nós irmãos , os grandes derrotados fomos todos nós mesmos angolanos , assim como também deve ter coragem para reconhecer que o momento mais bonito e honroso foi quando Jonas Savimbi e a UNITA utilizavam um discurso pela paz mesmo quando o MPLA já estava decidido acabar por completo com a UNITA.

Fórum Livre Opinião & Justiça

Fernando Vumby
SEDRICK DE CARVALHO : FÉLIX MIRANDA - O PROFESSOR

O jornalista Felix Miranda foi director-adjunto do jornal Folha 8, ou seja, foi meu director. Para além da sua escrita extremamente objectiva, sem rodeios ou meias palavras, "leável" por qualquer leitor, ti Félix - como o chamo - é aquela personalidade que me deu toda a liberdade para escrever e publicar artigos numa altura em que estava contratado no jornal para outra função, e, assim, aproveitava sempre escrever um artigo por semana e logo entregava-lhe para a indispensável edição.

E editava com rigor mas nunca alterava a linha textual. Claro que outras personalidades estão ligados ao meu trajecto, como o director William Tonet, ti Setas António, os então editor-chefe e chefe de redacção Fernando Baxi e César Silveira, os editores Domingos Da Cruz Maninho e Nvunda Tonet, os kambas e colegas Félix Abias, Adilson Lutucuta, Hélder Caculo, João Salvador, Francisco Silva, Isabel Tavares, André Mateus «Kikas», e outros.

Também escritor, Felix Miranda tem livros publicados onde traz crítica e autocrítica e, acima de tudo, sugestões de soluções. O livro "O mundo da mentira e hipocrisia" é uma pequena enciclopédia sobre assuntos nacionais e internacionais - lá podem encontrar a extensa lista dos proprietários dos bancos em Angola, onde a família do ditador está em tudo, e ainda a sua opinião sobre Bin Laden, por exemplo.

Em Lisboa encontrei o "Angola - O futuro é possível" que o autor pensava estar esgotado. O livro foi publicado em 2000, e nele apela ao fim da guerra, concretizada dois anos depois, e denuncia a aposta no armamento em detrimento da saúde, entre tantas outras coisas.

Crente da irreverência da juventude para mudar Angola, Félix Miranda apresentou o Comité de Salvação da Juventude em que propõe a "união da juventude para acabar com a guerra, reconstruir o país e sanear a sociedade".

Actualmente é secretário nacional para a comunicação da coligação CASA e se encontra na lista de deputados.
SAVIMBI TINHA DEDICADO TODA SUA VIDA POR ANGOLA E PELOS ANGOLANOS

A 22 de fevereiro de 2002, tombava em combate, no leste de Angola, na província do Moxico, o Dr. Jonas Malheiro Savimbi

A 22 de fevereiro de 2002, tombava em combate, no leste de Angola, na província do Moxico, o Dr. Jonas Malheiro Savimbi. Perecia o homem que dedicou toda a sua vida por Angola e pelos angolanos.

Caminhávamos nesse dia ao seu encontro, testemunhando pelo caminho os horrores da guerra, da violência, da fome e da morte, sob o silêncio da floresta que nos rodeava. Era profundo o silencio que nos rodeava. Estávamos a menos de um dia de marcha do local onde se encontrava, quando nos chegou a triste notícia do fatídico acontecimento. Cada um se confrontou à sua maneira com as notícias que corriam nas emissoras nacionais e internacionais. Acabava de morrer em combate, o Dr. Savimbi.

No dia 23 de fevereiro de 2002, levantámo-nos cedo. Não se ouviam tiros de de lado nenhum. Mantinha a minha serenidade. Mas não escondíamos a nossa tristeza e incredibilidade com o sucedido. “Pátria ou Morte” era, afinal, o nosso slogan.

Há 16 anos morria nos campos de batalha o homem que lutou contra o colonialismo português, contra as forças neocoloniais de ocupação russa e cubana, dando a sua contribuição para a conquista e afirmação da independência nacional e para a vitória do multipartidarismo em Angola.

A sua morte em combate imortalizou o seu pensamento, a sua filosofia e os princípios doutrinários sob os quais criou a UNITA, em Março de 1966, em Muangai, no leste de Angola, na província do Moxico. A UNITA completa no próximo dia 13 de Março de 2018, 52 anos de vida, como instrumento político ao serviço dos excluídos, dos milhões que continuam a viver hoje com menos de dois dólares por dia. Vamos continuar o seu combate para a afirmação do multipartidarismo em Angola. Coerente com a sua filosofia, princípios e valores, a UNITA vai governar Angola mais cedo do que se pensa. Paz a sua alma.

Alcides Sakala
 | 
Google Translator:      
+++ HOT NEWS +++ HOT NEWS +++ HOT NEWS +++
POLÍTICA
OPINIÃO
SOCIEDADE
ACTUALIDADE
Denuncia : Administração do Cuango ordena policias para disparar amanhã 24 de Fevereiro contra manifestantes
24 Fevereiro
Abel Chivukuvuku a dimensão de estadista em especial Zimbo
24 Fevereiro
No país dos milionários : As crianças começaram o ano lectivo sem carteiras e nem cadeiras
25 Fevereiro
JES trava investigação criminal contra filha
19 Fevereiro
Mensagem do Presidente Isaás Samakuva na celebração do dia da morte do Dr. Jonas Savimbi
24 Fevereiro
A 22 de fevereiro de 2002, tombava em combate, no leste de Angola, na província do Moxico, o Dr. Jonas Malheiro Savimbi
23 Fevereiro
Abel Chivukuvuku sai a rua para constatar in logo alguns dos estragos das enxurradas que caíram em Luanda
20 Fevereiro
Empresários e políticos continuam a usurpar terrenos
17 Fevereiro
O repatriamento de capitais suas curvas e contra - curvas , prós e contra em nome da pátria e dos angolanos
21 Fevereiro
Angola arrisca-se a ser "lavandaria" de fundos ilegais, avisa UNITA
22 Fevereiro
Reginaldo Silva : Quando comecei a trabalhar para o Estado Angolano Isabel dos Santos deveria ter por ai uns dois anos de idade
19 Fevereiro
Primeiro restaurante de carne humana inaugurado em Tóquio
17 Fevereiro
É ja neste sabado dia 24 de Fevereiro manifestação para exigir autonomia da Lunda Tchokwe
20 Fevereiro
Reginaldo Silva : Presidente da República não deveria ter dado posse aos cinco juízes escolhidos no referido concurso
22 Fevereiro
Quem leu àquela porcaria de OGE sabe perfeitamente que é uma verdadeira forma de branquear capitais
18 Fevereiro
Última hora : Presidente impede membros do seu Governo de depor na SIC
16 Fevereiro
Intelectuais de Cabinda "estão-se a render" ao MPLA?
18 Fevereiro
Imprensa Amordaçada, de Novo : João Lourenço voltou a colocar a mordaça na imprensa angolana.
21 Fevereiro
Presos fogem da Comarca de Viana passando pelos portões
17 Fevereiro
Zuma sai ou não sai da presidência da África do Sul?
14 Fevereiro
Angola: José Eduardo dos Santos nomeado para o Conselho da República
15 Fevereiro
Carta de Rafael Marques de Morais a João Lourenço
19 Fevereiro
Combustível barato em Angola alimenta redes de tráfico na Namíbia
17 Fevereiro
Amélia Dalomba lança Antologia Poética
14 Fevereiro
 
Impressum